M
Logo Portal da BIDS

© 2024 CityPubli

Logo Portal da BIDS
Logo Portal da BIDS

NOTÍCIAS

Curso de Busca e Salvamento 2024 é um marco na capacitação militar

O treinamento foi operacionalizado pelo Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR) e aconteceu nas localidades de Parnamirim (RN), Rio de Janeiro (RJ) e Manaus (AM) A Base Aérea de Natal (BANT) realizou, nessa quinta-feira (11/07), a Solenidade Militar de...

Brasil participa de sessão da reunião ministerial de comércio do G7 na Itália

Secretário executivo do MDIC acompanha reunião do B7 e faz reuniões bilaterais na manhã desta terça-feira O Brasil está presente como convidado na reunião ministerial de comércio do G7, que ocorre na cidade de Reggio Calabria, Itália. O grupo, composto por sete das...

Exércitos Brasileiro e Americano realizam exercício no Maracanã

Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear Na última semana, o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos realizaram um grande exercício combinado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A atividade, denominada como Operação Maracanã, é uma imersão...

Brasil é o primeiro país a receber apoio do Acelerador de Transição Industrial (ITA) para descarbonização da indústria

Brasil é o primeiro país a receber apoio do Acelerador de Transição Industrial (ITA) para descarbonização da indústria O Brasil será o primeiro país a receber a parceria do Acelerador de Transição Industrial (ITA, conforme sigla em inglês). A parceria foi anunciada...

Tropas do Rio de Janeiro participam da Operação Punho de Aço

Garantir o preparo da tropa para atuar com alto nível de prontidão diante de em qualquer cenário é o objetivo da Operação Punho de Aço. O exercício, realizado na Academia Militar das Agulhas Negras no início do mês de julho, reuniu cerca de mil militares, que...

ARES faz nova entrega para o Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro

No dia 04 de julho, a empresa ARES entregou ao Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro (AGR) mais um lote de aparelhos de pontaria SPOTIM M2A1 e de Colimadores para Morteiros 81mm. Desenvolvido em parceria com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), o aparelho de...

IMBEL: Fábrica de Itajubá comemora 90 anos

Ícone da tecnologia industrial de defesa do Brasil na 1ª metade do século XX Criada pelo Decreto n 23.654, de 20/12/1933, com a denominação “Fábrica de Canos e Sabres para Armamento Portátil”, a atual Fábrica de Itajubá (FI) representou, à época, o mais ousado...

Operação “ACRUX XI”: navios brasileiros atracam em Buenos Aires

De 12 a 24 de julho, as Marinhas do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia realizarão a maior Operação Ribeirinha Combinada da América Latina Após navegarem por cerca de 2.800 km na hidrovia Paraguai-Paraná, meios navais da Marinha do Brasil (MB) atracam em 12...

A complexidade das operações aéreas em alto mar

NAM “Atlântico” passa por Vistoria de Segurança de Aviação Realizar operações aéreas em alto mar exige um elevado grau de preparação de todos os profissionais envolvidos, tanto os que estão embarcados nos navios quanto os que operam a bordo das aeronaves. O...

Embraer marca presença no Farnborough International Airshow

· O novo E-Freighter, E190F, fará sua estreia no evento  · A empresa apresentará aeronaves da aviação comercial e de defesa  A Embraer chegará com uma forte presença no Farnborough International Airshow, maior evento da indústria aeroespacial do ano, que acontece de...

Marinha é referência internacional em Operações de Paz para Mulheres

O curso de Operações de Paz para Mulheres da Marinha do Brasil (MB) atraiu mais de 80 militares e civis, de 37 países, com o propósito de fortalecer as habilidades e conhecimentos relacionados às operações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), além de incentivar e prover a preparação básica para a participação feminina nessas missões. Em parceria com o Itamaraty, o curso conta com a presença de 50 estrangeiras, consolidando-se como possivelmente o mais procurado do mundo no segmento. Os números alcançados são resultado da união entre a MB e a Agência Brasileira de Cooperação, do Ministério das Relações Exteriores.

O ensino, promovido pelo Centro de Operações de Paz e Humanitárias de Caráter Naval, da MB, está na sua 12ª edição. A formação coloca em prática um acordo inovador de cooperação técnica, assinado no início deste ano, ampliando novos horizontes para as mulheres das Forças Armadas brasileiras e reforçando o compromisso do Brasil com o multilateralismo, a paz global e a igualdade de gênero.

As aulas presenciais, iniciadas em 1° de julho, ocorrem no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, na Ilha do Governador (RJ). Elas são gratuitas e ministradas na língua inglesa. O encerramento acontece na próxima sexta-feira (5).

Cinco continentes participantes

As alunas estrangeiras são dos seguintes países: África do Sul, Alemanha, Angola, Argentina, Antígua e Barbuda, Botsuana, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Camboja, Colômbia, Congo, Equador, Estados Unidos, Filipinas, Honduras, Itália, Indonésia, Malásia, Moçambique, México, Namíbia, Nepal, Nigéria, Paquistão, Paraguai, Peru, Reino Unido, Ruanda, São Tomé e Príncipe, São Vicente e Granadinas, Sérvia, Suriname, Tailândia, Tanzânia, Timor Leste e Zâmbia. Também integram a turma: mulheres da Marinha do Brasil, da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e de civis de oito universidades brasileiras e de outras instituições.

A cearense Nicolle Pimentel, médica, de 39 anos, entrou, em 2017, na Marinha do Brasil, para tornar um sonho em realidade: participar de missões humanitárias. Hoje, como Capitão-Tenente, especialista em ginecologia e obstetrícia, coleciona histórias e se sente realizada. “Meu principal objetivo era ajudar a minha Nação e, também, incorporar ao pessoal de missões internacionais para somar apoio a outras nações. No ano passado, em 2023, fui voluntária para  a Missão ‘Grand Africa Nemo’, embarcada no navio da Marinha, percorremos pela Namíbia, Angola, Togo e Costa do Marfim”.

A Segundo-Tenente Carla Jacinta Macuacua, da Marinha de Guerra do Moçambique, contou com orgulho sobre a experiência em um curso exclusivo para o sexo feminino. “Conhecemos várias mulheres que foram pioneiras, principalmente aqui no Brasil, em várias missões de apoio à humanidade. Isso nos incentiva e temos  mais coragem para fazermos a nossa parte além das fronteiras”.

Formada em Direito e, atualmente, cursando mestrado na Escola Superior de Guerra, Bárbara Ferreira destacou a interação entre civis e militares em demonstrações e operações de paz como essa. “Academicamente e profissionalmente falando, essa oportunidade é muito boa. Vai me ajudar muito, inclusive nas minhas pesquisas”.

Mulheres de cinco continentes e 37 países participaram dos exercícios, que incluíam primeiros socorros – Imagem: Marinha do Brasil

Atividades práticas

Ontem (3), as alunas tiveram oficinas de primeiros socorros – controle de hemorragias, desobstrução de vias aéreas, reanimação cardiorrespiratória etc – e de montagem de barraca. Elas assistiram a uma demonstração do trabalho desenvolvido pelo Pelotão de Desativação de Artefatos Explosivos, do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais.
Ainda foi simulada uma missão em que as estudantes foram resgatadas de um país fictício, com problemas de segurança. Em seguida, navegaram pela Baía de Guanabara (RJ) dentro de veículos blindados anfíbios dos Fuzileiros Navais.

Assista ao vídeo:

As informações são da Agência Marinha de Notícias.

 

Translate»