M
Logo Portal da BIDS

© 2024 CityPubli

Logo Portal da BIDS
Logo Portal da BIDS

NOTÍCIAS

FAB lança campanha institucional: “A Nossa Força onde o Brasil precisar”

O objetivo é ressaltar a prontidão da Força Aérea e a sua importância para a sociedade Com a missão constitucional de "manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da Pátria", a Força Aérea Brasileira (FAB) desempenha um...

FAB participa da 3ª Conferência Espacial das Américas no EUA

O evento contou com a participação de militares do Centro de Operações Espaciais (COPE), que é subordinado ao Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de representantes de países das Américas e de organizações norte-americanas ligadas à área espacial   A Força...

Oficiais da Marinha do Brasil capacitam militares mexicanos para operações de paz da ONU

Militares brasileiras integraram Equipe Móvel de Treinamento do COpPazNav O Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav), da Marinha do Brasil, enviou ao México uma Equipe Móvel de Treinamento (EMT), composta pelas Capitães de Mar e Guerra (Quadro Técnico)...

Exército conclui transporte de viaturas e armamentos para a fronteira norte

O Exército Brasileiro concluiu o transporte das viaturas e armamentos para reforço da defesa da fronteira norte do país. No último sábado, 10, o Comando Militar da Amazônia (CMA) encerrou as atividades da Operação Roraima, uma grande mobilização logística que envolveu...

Apronto operacional reúne capacidades da Força de Prontidão no Sul do Brasil

Uma verificação do aprestamento individual e coletivo dos efetivos que compõem a Força de Prontidão (FORPRON) da 6ª Brigada de Infantaria Blindada foi realizada na primeira semana de fevereiro. O apronto operacional reuniu cerca de mil militares e 200 viaturas, com...

Apoio do BNDES à inovação alcança R$ 5,3 bi em operações aprovadas em 2023

Valor foi o maior dos últimos cinco anos e representa um aumento de 132% em relação ao total aprovado em 2022, sendo de 181% se consideradas apenas operações diretas Crescimento foi impulsionado pelo programa BNDES Mais Inovação, lançado em setembro, que tem custo...

Pesquisa do ITA com uso operacional de Inteligência Artificial é destaque

Publicação é o resultado de um estudo desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Aplicações Operacionais Artigo desenvolvido por um pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Aplicações Operacionais (PPGAO) do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) foi destaque...

GLO: Com PF e RFB, FAB intensifica combate ao tráfico de ilícitos no carnaval

Ações interagências ocorrem nos aeroportos do Galeão (RJ) e de Guarulhos (SP) Com o objetivo de combater o tráfico de ilícitos no período de Carnaval, foram intensificadas as ações interagências entre a Força Aérea Brasileira (FAB), a Receita Federal do Brasil (RFB) e...

Brasil e Paraguai atuam em cooperação no combate ao crime transnacional

A Operação Ágata Fronteira Oeste II completou 90 dias no início de fevereiro, atingindo a marca de quase 130 milhões de reais em apreensões de drogas e outros ilícitos decorrentes de crimes transnacionais e ambientais. Desde o dia 29 de janeiro, o Brasil conta com a...

Diretor-Geral do Material da Marinha realiza apresentação em plenária da ABIMDE

O Almirante de Esquadra Edgar Luiz Siqueira Barbosa destacou os “Projetos Estratégicos da Marinha e Oportunidades para a Base Industrial de Defesa” No último dia 06 de fevereiro, a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE)...

Brasil pode fazer diferença em importantes temas globais, diz Alckmin

Foi lançado nesta segunda-feira (29), no Rio de Janeiro, o Business 20 Brazil, ou B20 Brasil, uma espécie de braço de negócios do G20, grupo que reúne as 19 maiores economias do mundo, mais a União Europeia e a União Africana. O lançamento foi na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Assim como o Brasil preside o G20 pela primeira vez, desde dezembro do ano passado, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assume o comando do braço de negócios do fórum global.

Ao longo de 2024, representantes do setor industrial vão organizar diálogos em busca de caminhos e otimização do desenvolvimento econômico.

Ao participar do lançamento do B20 Brasil, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse que o Brasil pode “fazer a diferença” no espaço de diálogo por ser protagonista em três temas de importância global: segurança alimentar, segurança energética e clima.

“Na segurança alimentar, somos o campeão na produção de proteína animal e vegetal. Na segurança energética, temos a energia mais limpa, praticamente, do planeta. Um exemplo: temos uma enorme contribuição a dar na descarbonização nos desafios que se avizinham. Na questão do clima, a Floresta Amazônica, maior floresta tropical do mundo. O desmatamento, que é uma preocupação extremamente relevante, caiu já 50% em menos de, praticamente, um ano”, afirmou o vice-presidente.

Alckmin elogiou o B20 por reunir representantes da indústria. “Fico feliz de ver aqui os dirigentes das federações das indústrias do Brasil inteiro. Sociedade civil organizada faz diferença.”

O vice-presidente destacou iniciativas do governo em prol do desenvolvimento da indústria, como iniciativas de desburocratização de negócios e fomento ao crédito por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Alckmin ressaltou também impactos positivos da reforma tributária, promulgada no mês passado.

“A reforma tributária vai desonerar completamente investimento e exportação, porque acaba com a cumulatividade de crédito. Passa a ter IVA [Imposto sobre o Valor Agregado], isso dá um empurrão. É uma reforma que traz eficiência econômica, faz toda a diferença, ajudando a impulsionar a economia e fortalecendo o comércio exterior. Se o Brasil tem um PIB [Produto Interno Bruto, soma de todos os bens e serviços produzidos no país] de 1,8% do PIB do mundo, 98,2% do comércio está fora do Brasil. Então, o comércio exterior é cada vez mais relevante”, afirmou Alckmin, enfatizando também a importância de o país buscar mais acordos comerciais com países e blocos.

“O desenvolvimento é o novo nome da paz”, disse o vice-presidente, parafraseando o papa Paulo VI (1897-1978). “Emprego, renda e oportunidade são o novo nome da paz”, completou Alckmin.

Diálogo com países ricos
Homem de terno e gravata com pessoas ao redor

Descrição gerada automaticamente com confiança baixa
O presidente do BNDES fala na abertura do B20 Brasil – Cadu Gomes/VPR

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, aproveitou a abertura do B20 para exaltar vantagens do Brasil para a transição energética, como matriz majoritariamente de energia limpa, o que deixaria a economia brasileira mais competitiva, mas criticou subsídios mantidos por outros países.

“Onde nós somos mais competitivos é onde a gente enfrenta mais subsídio e mais prática de apoio a países que não têm as mesmas condições, especialmente, países ricos e desenvolvidos. Então, estamos diante de um debate que precisa ser verdadeiro, precisa ser construtivo, precisa ser de parceria.”

Mercadante disse acreditar que o G20 pode ser a última instância de governabilidade para um diálogo franco entre os países para a redução das desigualdades. “O mundo precisa de mais governança econômica e comercial, de regras mais claras. Esse caminho de que vale a lei do mais forte não é bom para o Sul global [países em desenvolvimento] e para a maioria da população do planeta.”

Setor produtivo

O presidente da CNI, Ricardo Alban, defendeu o programa Nova Indústria Brasil, anunciado pelo governo para acelerar a industrialização, na última segunda-feira (22), e ressaltou a importância do setor produtivo para o desenvolvimento do país. “O setor produtivo é o gerador de riquezas, de emprego, é o arrecadador de carga tributária para fazer a socialização desses impostos”, disse.

Alban avalia que a grande oferta de energia limpa é uma vantagem competitiva para a indústria brasileira.

“Todos sabem que a indústria manufatura, que é a indústria que agrega mais valor, que agrega tecnologia, perdeu espaço representativo em nível global. Esse é o momento de nós podermos recuperar esse espaço. A grande motivação que nós temos são as energias renováveis, o processo de descarbonização. Vamos ajudar o mundo na descarbonização, mas vamos fazer a nossa descarbonização para ganharmos a competitividade e algumas vantagens competitivas junto ao mercado internacional.”

B20

O lançamento do B20 reuniu ainda empresários de diversos setores da indústria. A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) esteve presente ao evento representada por seu diretor-executivo, general Aderico Mattioli. Participaram também o presidente do Fórum Econômico Mundial, o norueguês Børge Brende; o presidente do B20 Brasil, o empresário do setor automotivo Dan Ioschpe; e o sherpa (representante de chefe de Estado) do G20, embaixador Mauricio Lyrio.

O primeiro evento contou com a participação, por videoconferência, do cientista político americano e presidente da consultoria Eurasia, Ian Bremmer, especializado em política externa global. As discussões do B20 são divididas por temas: comércio e investimento, finanças e infraestrutura, emprego e educação, transição energética e clima, transformação digital, integridade e compliance, sistemas alimentares sustentáveis e agricultura, além do Conselho de Ação Mulheres, diversidade e inclusão em negócios.

Ao longo de uma série de reuniões nos próximos meses, os participantes brasileiros e estrangeiros vão elaborar um documento com demandas e sugestões para os chefes de governo e de Estado que se encontrarão na reunião de Cúpula do G20 em novembro, no Rio de Janeiro.

Translate»