M
Logo Portal da BIDS

© 2024 CityPubli

Logo Portal da BIDS
Logo Portal da BIDS

NOTÍCIAS

FAB lança campanha institucional: “A Nossa Força onde o Brasil precisar”

O objetivo é ressaltar a prontidão da Força Aérea e a sua importância para a sociedade Com a missão constitucional de "manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da Pátria", a Força Aérea Brasileira (FAB) desempenha um...

FAB participa da 3ª Conferência Espacial das Américas no EUA

O evento contou com a participação de militares do Centro de Operações Espaciais (COPE), que é subordinado ao Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de representantes de países das Américas e de organizações norte-americanas ligadas à área espacial   A Força...

Oficiais da Marinha do Brasil capacitam militares mexicanos para operações de paz da ONU

Militares brasileiras integraram Equipe Móvel de Treinamento do COpPazNav O Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav), da Marinha do Brasil, enviou ao México uma Equipe Móvel de Treinamento (EMT), composta pelas Capitães de Mar e Guerra (Quadro Técnico)...

Exército conclui transporte de viaturas e armamentos para a fronteira norte

O Exército Brasileiro concluiu o transporte das viaturas e armamentos para reforço da defesa da fronteira norte do país. No último sábado, 10, o Comando Militar da Amazônia (CMA) encerrou as atividades da Operação Roraima, uma grande mobilização logística que envolveu...

Apronto operacional reúne capacidades da Força de Prontidão no Sul do Brasil

Uma verificação do aprestamento individual e coletivo dos efetivos que compõem a Força de Prontidão (FORPRON) da 6ª Brigada de Infantaria Blindada foi realizada na primeira semana de fevereiro. O apronto operacional reuniu cerca de mil militares e 200 viaturas, com...

Apoio do BNDES à inovação alcança R$ 5,3 bi em operações aprovadas em 2023

Valor foi o maior dos últimos cinco anos e representa um aumento de 132% em relação ao total aprovado em 2022, sendo de 181% se consideradas apenas operações diretas Crescimento foi impulsionado pelo programa BNDES Mais Inovação, lançado em setembro, que tem custo...

Pesquisa do ITA com uso operacional de Inteligência Artificial é destaque

Publicação é o resultado de um estudo desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Aplicações Operacionais Artigo desenvolvido por um pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Aplicações Operacionais (PPGAO) do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) foi destaque...

GLO: Com PF e RFB, FAB intensifica combate ao tráfico de ilícitos no carnaval

Ações interagências ocorrem nos aeroportos do Galeão (RJ) e de Guarulhos (SP) Com o objetivo de combater o tráfico de ilícitos no período de Carnaval, foram intensificadas as ações interagências entre a Força Aérea Brasileira (FAB), a Receita Federal do Brasil (RFB) e...

Brasil e Paraguai atuam em cooperação no combate ao crime transnacional

A Operação Ágata Fronteira Oeste II completou 90 dias no início de fevereiro, atingindo a marca de quase 130 milhões de reais em apreensões de drogas e outros ilícitos decorrentes de crimes transnacionais e ambientais. Desde o dia 29 de janeiro, o Brasil conta com a...

Diretor-Geral do Material da Marinha realiza apresentação em plenária da ABIMDE

O Almirante de Esquadra Edgar Luiz Siqueira Barbosa destacou os “Projetos Estratégicos da Marinha e Oportunidades para a Base Industrial de Defesa” No último dia 06 de fevereiro, a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE)...

As metas de exportações da BIDS (Base Industrial de Defesa e Segurança) brasileira foram destaque no Shephard Media, portal internacional especializado em serviços de informações comerciais para o setor de Defesa.

Reportagem de Wilder Alejandro Sanchez, com colaboração da jornalista Flavia Camargos, destacou os países que serão alvo do novo convênio entre a ABIMDE e a Apex-Brasil. Leia a íntegra da reportagem em inglês neste link e abaixo o texto em livre tradução.

“O Brasil tem planos ambiciosos para sua indústria nacional de defesa. As exportações de defesa atingiram cerca de US$ 1,5 bilhão em 2021, com metas de atingir entre US$ 4,5 bilhões e US$ 6 bilhões no futuro.

Nesse contexto, o governo brasileiro e as indústrias de defesa identificaram vários países como potenciais clientes para sua tecnologia de defesa. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Defesa e Segurança (ABIMDE), as perspectivas incluem Colômbia, Egito, Índia, Indonésia, Mauritânia, Filipinas, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Uma reunião realizada em 19 de janeiro, entre representantes do governo brasileiro, da ABIMDE e da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), discutiu atividades estratégicas para promover as exportações de defesa e segurança nesses mercados para o período 2022-2023.

A Colômbia é o único estado latino-americano na lista. Não é estranho à tecnologia de defesa brasileira, pois a Força Aérea Colombiana já opera aeronaves Embraer EMB-314 Super Tucano.

Um representante da ABIMDE explicou à Shephard que a Colômbia “realizou grandes investimentos para fortalecer suas forças armadas”, e que existem “fatores geográficos e culturais” que facilitariam as exportações brasileiras.

Dados os desafios de segurança interna que a Colômbia enfrenta e suas tensões com a vizinha Venezuela, o Brasil poderia oferecer radares e sistemas terrestres, como veículos blindados 6×6 VBTP-MR Guarani ao exército colombiano.

Quanto à Índia, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos, o interesse brasileiro é compreensível, dado os expressivos orçamentos de defesa desses países. O Brasil poderia encontrar interesse entre esses militares pelo Embraer KC-390 (embora a Força Aérea Brasileira tenha reduzido sua necessidade original de 28 dessas aeronaves de transporte).

A menção à Indonésia reflete os esforços brasileiros anteriores para vender dois submarinos da classe Tupi Tipo 209/1400 para a Marinha da Indonésia.

A Mauritânia e as Filipinas não costumam ser associadas à política externa brasileira, embora o responsável da ABIMDE tenha explicado que essas nações foram “destacadas em pesquisas realizadas na base industrial de defesa brasileira”.

Para as forças de defesa sem dinheiro com ameaças de segurança interna, o Brasil poderia oferecer o Guarani, o veículo leve multifunção 4×4 Iveco LMV-BR ou o Super Tucano; também de interesse poderia ser o veículo blindado VBR MSR EE9-Cascavel, que o Exército Brasileiro está procurando substituir, com desconto.

Além disso, essas forças armadas podem estar interessadas em armas pequenas, como rifles de assalto produzidos pela Taurus.

Um acordo com a Mauritânia ajudaria o Brasil a expandir sua presença na África. O país já tem uma relação de defesa com a África do Sul e vendeu Tucanos para a Nigéria por meio do programa FMS dos EUA.

Falando a Shephard, Scott Morgan, analista de assuntos de defesa da África e presidente da consultoria estratégica Red Eagle Enterprises, explicou que “a África Ocidental está procurando diversificar seus fornecedores de tecnologia de defesa, pois as relações com os Estados Unidos e as antigas potências coloniais se azedam”.

Como resultado, há espaço para novos fornecedores, como Brasil e Turquia, preencherem essa lacuna, acrescentou Morgan, observando que a Mauritânia é suscetível ao terrorismo islâmico devido à sua proximidade com Mali. ”

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

.

Translate»