M
Logo Portal da BIDS

© 2022 CityPubli

Logo Portal da BIDS
Logo Portal da BIDS

NOTÍCIAS

Elon Musk: Ministro da Defesa destaca proteção da Amazônia em encontro com empresário 

Na última sexta-feira (20), o Ministro da Defesa, Paulo Sérgio, participou do evento "Conecta Amazônia", realizado em São Paulo, e promovido pelo Ministério das Comunicações. No encontro, esteve presente o Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o empresário Elon...

ABIMDE: Presidente Executivo realiza palestra na SC Expo Defense

Nesta sexta-feira tivemos o segundo e último dia da SC Expo Defense, feira de tecnologias e produtos de defesa organizada pela (FIESC), em Florianópolis. A ABIMDE esteve no evento representando a BIDS, apresentando o potencial do setor. O evento contou com a...

Mostra BID é evidenciada em evento de posse da nova diretoria da ABIMDE

A Mostra BID Brasil foi destaque no evento que empossou os Conselhos Diretor e Fiscal da ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança) , para o triênio 2022-2024, no Clube Naval de Brasília. Em seu discurso, o Presidente do Conselho...

Furnas: Mais de 700 militares da Marinha realizam adestramento

Mais de 700 militares da Marinha do Brasil estão reunidos até o dia 18 de maio, na região de Furnas (MG), para o Adestramento de Operações Ribeirinhas (AdestOpRib). O objetivo principal do exercício é manter a condição de pronto emprego e a capacidade expedicionária...

COMAE realiza operação de controle do SGDC, no Rio de Janeiro (RJ)

O Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), por meio do Centro de Operações Espaciais (COPE), realizou de quarta (11/05) até esta sexta-feira (13/05), a operação de controle do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), a partir do Centro...

CNI: Confiança aumentou em 14 setores da indústria

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) por setor, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra os impactos da incerteza sobre a regularização das cadeias de suprimento na percepção do industrial. De acordo com a pesquisa, o indicador subiu em 14...

Ministro da Defesa destaca importância da BIDS em SC

O Ministro da Defesa, Paulo Sergio Nogueira de Oliveira, participou, nesta quinta-feira (19), da abertura da 2ª SC Expo Defense que acontece em Florianópolis (SC). A iniciativa promove o fortalecimento da Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS), estimula o...

Safran desenvolve com a ATR tecnologia que analisa pousos duros

A Safran Landing Systems, empresa que atua em sistemas de pouso e frenagem, desenvolve com a ATR uma nova tecnologia que permitirá a análise de “pousos duros”. Desta forma, será possível pode acelerar o processo de manutenção das aeronaves. As informações são da Aero...

ABIMDE prestigia inauguração de nova fábrica da DFA em Goiás

O Presidente Executivo da ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança), General Aderico Visconte Pardi Mattioli, representou a entidade na inauguração da nova fábrica da DFA Defense, na última segunda-feira (16). O evento aconteceu...

ABIMDE lidera comitiva da BIDS em 11 países

A ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança) integra uma comitiva de representantes da BIDS em visita ao Norte da África, Oriente Médio e Leste Europeu, em potenciais parceiras para aquisição de produtos de defesa. Também integram...

As metas de exportações da BIDS (Base Industrial de Defesa e Segurança) brasileira foram destaque no Shephard Media, portal internacional especializado em serviços de informações comerciais para o setor de Defesa.

Reportagem de Wilder Alejandro Sanchez, com colaboração da jornalista Flavia Camargos, destacou os países que serão alvo do novo convênio entre a ABIMDE e a Apex-Brasil. Leia a íntegra da reportagem em inglês neste link e abaixo o texto em livre tradução.

“O Brasil tem planos ambiciosos para sua indústria nacional de defesa. As exportações de defesa atingiram cerca de US$ 1,5 bilhão em 2021, com metas de atingir entre US$ 4,5 bilhões e US$ 6 bilhões no futuro.

Nesse contexto, o governo brasileiro e as indústrias de defesa identificaram vários países como potenciais clientes para sua tecnologia de defesa. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Defesa e Segurança (ABIMDE), as perspectivas incluem Colômbia, Egito, Índia, Indonésia, Mauritânia, Filipinas, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Uma reunião realizada em 19 de janeiro, entre representantes do governo brasileiro, da ABIMDE e da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), discutiu atividades estratégicas para promover as exportações de defesa e segurança nesses mercados para o período 2022-2023.

A Colômbia é o único estado latino-americano na lista. Não é estranho à tecnologia de defesa brasileira, pois a Força Aérea Colombiana já opera aeronaves Embraer EMB-314 Super Tucano.

Um representante da ABIMDE explicou à Shephard que a Colômbia “realizou grandes investimentos para fortalecer suas forças armadas”, e que existem “fatores geográficos e culturais” que facilitariam as exportações brasileiras.

Dados os desafios de segurança interna que a Colômbia enfrenta e suas tensões com a vizinha Venezuela, o Brasil poderia oferecer radares e sistemas terrestres, como veículos blindados 6×6 VBTP-MR Guarani ao exército colombiano.

Quanto à Índia, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos, o interesse brasileiro é compreensível, dado os expressivos orçamentos de defesa desses países. O Brasil poderia encontrar interesse entre esses militares pelo Embraer KC-390 (embora a Força Aérea Brasileira tenha reduzido sua necessidade original de 28 dessas aeronaves de transporte).

A menção à Indonésia reflete os esforços brasileiros anteriores para vender dois submarinos da classe Tupi Tipo 209/1400 para a Marinha da Indonésia.

A Mauritânia e as Filipinas não costumam ser associadas à política externa brasileira, embora o responsável da ABIMDE tenha explicado que essas nações foram “destacadas em pesquisas realizadas na base industrial de defesa brasileira”.

Para as forças de defesa sem dinheiro com ameaças de segurança interna, o Brasil poderia oferecer o Guarani, o veículo leve multifunção 4×4 Iveco LMV-BR ou o Super Tucano; também de interesse poderia ser o veículo blindado VBR MSR EE9-Cascavel, que o Exército Brasileiro está procurando substituir, com desconto.

Além disso, essas forças armadas podem estar interessadas em armas pequenas, como rifles de assalto produzidos pela Taurus.

Um acordo com a Mauritânia ajudaria o Brasil a expandir sua presença na África. O país já tem uma relação de defesa com a África do Sul e vendeu Tucanos para a Nigéria por meio do programa FMS dos EUA.

Falando a Shephard, Scott Morgan, analista de assuntos de defesa da África e presidente da consultoria estratégica Red Eagle Enterprises, explicou que “a África Ocidental está procurando diversificar seus fornecedores de tecnologia de defesa, pois as relações com os Estados Unidos e as antigas potências coloniais se azedam”.

Como resultado, há espaço para novos fornecedores, como Brasil e Turquia, preencherem essa lacuna, acrescentou Morgan, observando que a Mauritânia é suscetível ao terrorismo islâmico devido à sua proximidade com Mali. ”

Confira todas as novidades das empresas da BIDS

Fique informado sobre as ações das nossas Forças Armadas e de segurança

.

Translate»