M
Logo Portal da BIDS

© 2024 CityPubli

Logo Portal da BIDS
Logo Portal da BIDS

NOTÍCIAS

Aprovações na linha de exportação do BNDES crescem 135% no semestre

Desembolsos também cresceram 31% no mesmo período, em relação a 2023  Apenas entre micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), valor das aprovações aumentou 483% O valor das aprovações de crédito para a linha BNDES EXIM Pré-Embarque, que financia as exportações de...

Curso de Busca e Salvamento 2024 é um marco na capacitação militar

O treinamento foi operacionalizado pelo Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR) e aconteceu nas localidades de Parnamirim (RN), Rio de Janeiro (RJ) e Manaus (AM) A Base Aérea de Natal (BANT) realizou, nessa quinta-feira (11/07), a Solenidade Militar de...

Brasil participa de sessão da reunião ministerial de comércio do G7 na Itália

Secretário executivo do MDIC acompanha reunião do B7 e faz reuniões bilaterais na manhã desta terça-feira O Brasil está presente como convidado na reunião ministerial de comércio do G7, que ocorre na cidade de Reggio Calabria, Itália. O grupo, composto por sete das...

Exércitos Brasileiro e Americano realizam exercício no Maracanã

Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear Na última semana, o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos realizaram um grande exercício combinado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A atividade, denominada como Operação Maracanã, é uma imersão...

Brasil é o primeiro país a receber apoio do Acelerador de Transição Industrial (ITA) para descarbonização da indústria

Brasil é o primeiro país a receber apoio do Acelerador de Transição Industrial (ITA) para descarbonização da indústria O Brasil será o primeiro país a receber a parceria do Acelerador de Transição Industrial (ITA, conforme sigla em inglês). A parceria foi anunciada...

Tropas do Rio de Janeiro participam da Operação Punho de Aço

Garantir o preparo da tropa para atuar com alto nível de prontidão diante de em qualquer cenário é o objetivo da Operação Punho de Aço. O exercício, realizado na Academia Militar das Agulhas Negras no início do mês de julho, reuniu cerca de mil militares, que...

ARES faz nova entrega para o Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro

No dia 04 de julho, a empresa ARES entregou ao Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro (AGR) mais um lote de aparelhos de pontaria SPOTIM M2A1 e de Colimadores para Morteiros 81mm. Desenvolvido em parceria com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), o aparelho de...

IMBEL: Fábrica de Itajubá comemora 90 anos

Ícone da tecnologia industrial de defesa do Brasil na 1ª metade do século XX Criada pelo Decreto n 23.654, de 20/12/1933, com a denominação “Fábrica de Canos e Sabres para Armamento Portátil”, a atual Fábrica de Itajubá (FI) representou, à época, o mais ousado...

Operação “ACRUX XI”: navios brasileiros atracam em Buenos Aires

De 12 a 24 de julho, as Marinhas do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia realizarão a maior Operação Ribeirinha Combinada da América Latina Após navegarem por cerca de 2.800 km na hidrovia Paraguai-Paraná, meios navais da Marinha do Brasil (MB) atracam em 12...

A complexidade das operações aéreas em alto mar

NAM “Atlântico” passa por Vistoria de Segurança de Aviação Realizar operações aéreas em alto mar exige um elevado grau de preparação de todos os profissionais envolvidos, tanto os que estão embarcados nos navios quanto os que operam a bordo das aeronaves. O...

Akaer recebeu da AEB (Agência Espacial Brasileira) a licença de operador para atividades espaciais de lançamento no território nacional.

A autorização, publicada na última sexta-feira (28) no site da agência, é um pré-requisito para a fase de testes de voo do futuro Veículo Lançador de Pequeno Porte, projeto que representa um importante marco para o programa espacial do Brasil.

Akaer anunciou o desenvolvimento do VLPP no fim do ano passado. A proposta da empresa foi selecionada em chamada pública da FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), agência pública de fomento ligada ao governo federal, e receberá um investimento de R$ 185 milhões nos próximos três anos, um dos maiores contratos de subvenção econômica à inovação já firmados no país.

Etapas

Atualmente, o projeto do Veículo Lançador de Pequeno Porte, denominado inicialmente de VLN-AKR, encontra-se na fase de definição das configurações preliminares. A performance de lançamento será validada por meio de simulação computacional. Concluídas estas etapas, terão início a fase de detalhamento do VLN-AKR e os testes de qualificação dos subsistemas.

“A licença concedida pela Agência Espacial Brasileira é um pré-requisito para o lançamento de foguetes no território brasileiro. Ela permitirá a realização, também, de todos os ensaios de testes de voo”, afirmou Wilson Toyama, diretor da Unidade de Negócios de Lançadores e Sistemas de Armas da Akaer.

O protótipo do futuro Veículo Lançador de Pequeno Porte da Akaer terá capacidade para transportar nano e microssatélites ao espaço.

Todas as operações de lançamento, incluindo os testes de voo, deverão ser realizadas a partir do território brasileiro, nos centros de lançamento de Alcântara, no Maranhão, ou da Barreira do Inferno, no Rio Grande do Norte.

Impacto

O projeto do Veículo Lançador de Pequeno Porte da Akaer colocará o Brasil em um seleto grupo de nações que dominam a tecnologia de lançamento de satélites na órbita terrestre. Esta é a última fronteira para que o país tenha autonomia de acesso ao espaço, hoje o Brasil depende de outras nações para colocar seus satélites em órbita.

“Com este projeto, o Brasil se posiciona entre as nações capazes de lançar veículos espaciais, um marco de extrema importância para nossa soberania e avanço tecnológico”, destacou Cesar Silva, CEO da Akaer. “Passaremos a ter autonomia para o lançamento de satélites com as mais diferentes finalidades, como Defesa, Comunicações, Monitoramento Ambiental e Meteorologia, entre outras.”

Além dos ganhos científicos e das aplicações em diversas áreas, o projeto da Akaer coloca o Brasil em um mercado extremamente promissor. Os nano e microssatélites movimentaram US$ 2,8 bilhões em 2022, e a expectativa é que alcancem US$ 6,7 bilhões até 2027.

O projeto do Veículo Lançador de Pequeno Porte da Akaer tem como coexecutoras as empresas Acrux, Breng e EMSISTI.

As informações são da Akaer. 

Translate»